Pequenas Felicidades – Dance com você mesmo

Quando alguém lhe faz a pergunta mais difícil do mundo como você deve responder? Você é feliz? Há quem saiba a resposta mas tenha medo de falar em público, algumas vezes por considerar que dá azar anunciar sua felicidade por aí, traz inveja e outros sentimentos ruins das outras pessoas, no meu caso pessoalmente não considero que a felicidade pode causar inveja.

Felicidade é um estado absolutamente simples da vida, uma coisa que você não pode esnobar ou ostentar como um vestido ou um celular novo, não é um produto para ser mostrado ou uma riqueza que vai fazer com que os outros queiram o que é seu, felicidade não traz consigo um sentimento alheio ruim, definido isso, sobram as pessoas que tem simplesmente vergonha de se sentir feliz.

Mas a recessão? A Dilma? Aqueles defeitos do mundo? A fome? O Natal capitalista? Isso tudo que interfere que você seja feliz não é seu, são acontecimentos comuns, coisas da vida, mas não são necessariamente ruins, os obstáculos do nosso cotidiano existem para todos nas suas devidas proporções,  nada te impede de sentir satisfação, liberte-se da vergonha de expressar sua felicidade, dificuldades vão existir sempre, e nosso caminho é driblar algumas e superar outras.

Ser feliz não significa que você está completo e não tem mais o que fazer, continue buscando novos objetivos, defina metas, todos precisam ter ao menos um pouco de ambição para sonhar e ver o caminho da frente, exiba seu estado de espírito sem vergonha ou medo, ser feliz é apenas um passo em caminho da sua próxima pequena felicidade.

AVISO
Como sempre fica o alerta, O título da coluna tem nome de e-mail de Spam, para ver se o pessoal que pula sete ondinhas no começo do ano abre e compartilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.