Haja Amor – Amor de Twitter

Em tempos de Tinder parece bobagem falar que na internet tem amor… Desde que a internet existe os chats estão aí promovendo encontros de todos os tipos, mesmo assim ainda são muito desacreditados. WHY? Eis aqui um caso de relacionamento de internet nascido em rede social que deu certo.

Sim, existe amor na internet.

Mas mesmo nós que somos internautas e nerds assumidos não esperávamos isto, porque também existem perigos e muitas armadilhas nos “encontros online”, e por encontro não tô falando de date não, até porque aqui não teve nada a ver com isso…

IMG-20160121-WA0012

Dia 20 de janeiro fez sete anos que nos conhecemos pelo Twitter! Primeiro encontro tão impactante que lembramos por vezes mais do que o dia em que finalmente ficamos, ou começamos a namorar, ou mesmo em que fomos morar juntos.

Estávamos ambos na segunda edição da Campus Party Brasil, pleno Centro de Convenções Imigrantes, ele veterano, eu estreante, ele em programação, eu em blogs (rá!), ambos perdidos entre seis mil pessoas, ambos morando lá, ambos interessados em aprender grandes lições, e eu em construir um network.

Não bastasse ser novata, cheguei um dia atrasada (que depois descobri ser uma grande “gafe”), vinda de uma longa viagem com meus pais e nunca tinha acampado na minha vida! Recebi um crachá, uma barraca, uma designação de área e comecei a correr atrás de me estabelecer.

Quando finalmente cheguei a mesa, tive que ficar meio na beirada da minha área porque estava lotado… E era intervalo das palestras. PAM! Ufa, ia dar tempo de fumar um cigarro e tomar uma coca antes de pegar no tranco.

Notei que as pessoas trocavam informações via Twitter em telas gigantes real time stuff! Achei o máximo ninguém usava aquela p@rr# ainda. E tudo começou com um cigarro!

IMG-20160121-WA0013

 

 

 

Acontece que fiz um chamado no Twitter e quem respondeu foi ele. Acontece que naquele espaço gigante nós estávamos na mesma mesa. Acontece que em seis mil pessoas havia dois pcs de distância entre nós. Assim, nos levantamos, demos muita risada do acaso e fomos fumar um cigarro.

Demorou muito ainda pra coisa rolar entre nós… Ainda sim, foi ali, instantâneo e fulminante que se deu o nosso amor um pelo outro, a amizade de empatia automática, a parceria que fazia sentido, a mágica que mora nas nossas memórias está ali.

IMG-20160121-WA0011

No primeiro olhar do encontro mais improvável do mundo. Uma troca de informações despretensiosa num mar de gente.

Se passaram sete anos, namoramos, moramos juntos, temos uma filha linda, migramos, paramos de fumar, compramos um apê… Que delícia. O amor está na internet, está nos encontros, está por aí e nem sempre está nos dates. Pense nisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.