Aventurista – Mulher (es)

Sem você, provavelmente não seria quem sou.

Não teria poder e muito menos coragem.

Subir montanha é fácil, difícil é olhar pra você e não sentir orgulho, admiração e querer ser um pouco como você. Você é meu motivo pra eu descer vivo, pra eu voltar pra casa, pra não fazer uma daquelas muitas besteiras que já fiz antes. Tua companhia na montanha dá um gás pra me superar, pra fazer cada vez mais, pra poder ir além.

Você toma meus projetos como teus projetos e isso me faz seguir em frente. Quantas vezes te admirei por ser mais forte que eu na montanha, mesmo pedindo ajuda pra descer aquele degrauzinho bobo. Seus pitacos, soluções e questionamentos sempre fazem sentido, mesmo quando vem na hora errada. E aquele jeito de falar que está com medo da onça que não existe ou então de me acalmar quando eu acho que nada mais vai dar certo?!

A tua força, tua coragem, teu espírito, tua inteligência, tua sabedoria e por fim, tua beleza me fizeram ser melhor, muito melhor do que era. Cada dia que passa, aprendo algo novo, como se fosse uma escola. Já te disse antes, queria ter o poder de fazer você enxergar com meus olhos pra poder ver tudo o que vi e ter sensações inesquecíveis. Pra mim, todos os dias são seu dia, mas esse, mais ainda, é seu dia internacional.

Esse texto é dedicado a uma mulher na qual sou paradão, mas é também uma forma de expressar a importância da mulher na montanha. Por mais corajoso, impetuoso e destemido que seja um montanhista, ele sempre teve o apoio de uma mulher e isso o tornou melhor. Pra mim, a companhia da minha mulher nas expedições é algo que faz diferença no meu eu interior.

De vê-la fazendo o mesmo que eu, sofrendo como eu e se divertindo como eu, como deve ser.

Parabéns a todas as mulheres, por serem quem são e por fazerem de nós (humanos) melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.